Conif e ABC discutem estratégias da cooperação com Moçambique

A Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) aprofundaram os diálogos nessa quinta-feira, 16/2. Em reunião, o coordenador da Câmara de Relações Internacionais do Conif, Marcelo Bender Machado, e o diretor da ABC, embaixador João Almino, discutiram as primeiras ações de cooperação que serão implementadas para contemplar a África.   

Foram objetivos da reunião apresentar a Rede Federal, os resultados da missão do Conif a Moçambique, realizada em janeiro, e consultar a Agência sobre a disponibilidade de orçamento para o fomento de atividades de cooperação. Na oportunidade, Marcelo Bender expôs as principais características da Rede, ressaltando a capilaridade e o potencial de atuação nos diversos níveis do ensino e eixos tecnológicos.

Na relação com Moçambique, está entre as iniciativas previstas a implementação de um plano de ação envolvendo 10 áreas estratégicas, a começar pela agricultura, responsável pela subsistência de cerca de 80% da população daquele país. A primeira atividade será realizada já neste semestre, com a vinda ao Brasil de aproximadamente 30 moçambicanos que participarão de um programa de formação na área de mecanização agrícola e agricultura.

De acordo com a ABC, os países de língua portuguesa reúnem o maior número de projetos e orçamento, conforme prioridade da Política externa brasileira. A educação é a terceira área mais demandada pelo continente africano no campo da cooperação Sul-Sul, atrás apenas da saúde e da agricultura.

Pelo Conif, participaram da reunião com a ABC o reitor do Instituto Federal Fluminense (IFF) e integrante da Câmara de Relações Internacionais, Jefferson Manhães; o coordenador da Câmara de Educação do Campo, Marcelo Bregagnoli, e a coordenadora de Relações Internacionais, Carolina Oliveira. Também estiveram presentes o coordenador da Gerência de África de Língua Portuguesa, Paulo Roberto Barbosa Lima, e a responsável pelo Programa de Cooperação Técnica Brasil-Moçambique, Paula Rougemont.

ABC – A Agência Brasileira de Cooperação, que integra a estrutura do Ministério das Relações Exteriores (MRE), tem como atribuições negociar, coordenar, implementar e acompanhar programas e projetos brasileiros de cooperação técnica, executados com base nos acordos firmados pelo Brasil com outros países e organismos internacionais.

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966-7202

Please publish modules in offcanvas position.