Institutos Federais podem concorrer a novos Polos de Inovação da Embrapii

Os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia que desenvolvem parcerias com empresas do setor industrial terão a chance de concorrer à nova chamada pública para estruturação de Polos de Inovação da Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

Os Polos de Inovação têm por objetivo o diálogo entre as cadeias produtivas da indústria por Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) e atuam também como apoio à formação profissional dos setores de base tecnológica. Pelo Ministério da Educação (MEC) essas unidades são conectadas aos Institutos Federais e acompanhadas pela Secretaria de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Setec).

As primeiras chamadas públicas da Embrapii para Polos de Inovação aconteceram em 2014 e 2015, quando foram selecionados cinco Institutos Federais: Bahia – IFBA/PI Salvador (Tecnologia em saúde); Ceará – IFCE/PI Fortaleza (Sistemas embarcados e mobilidade digital); Espírito Santo – Ifes/PI Vitória (Metalurgia e materiais); Minas Gerais – IFMG/PI Formiga (Sistemas automotivos inteligentes); e Rio de Janeiro – IFF/PI Campos dos Goytacazes (Monitoramento e instrumentalização para o meio ambiente).

Embrapii – É uma organização social resultante de contrato entre o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) com o MEC. Os dois órgãos federais repartem a responsabilidade pelos investimentos nos Polos de Inovação e a iniciativa privada (indústria) também aporta recursos para fomentar os projetos.

Fonte: Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC) 

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966-7202

Please publish modules in offcanvas position.