Programa de formação de professores moçambicanos inicia etapa prática

Após duas semanas de nivelamento no Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS), os 30 professores africanos que participam do Programa de Formação de Formadores Moçambicanos nas áreas de Ciências Agrárias e Mecanização Agrícola iniciam a etapa prática nesta segunda-feira, 25/9. Divididos em oito grupos, eles cumprem atividades em institutos federais de todas as regiões do Brasil, nas áreas de extensão agrária, irrigação, mecanização agrícola, sanidade animal, sanidade vegetal, sistemas de produção, solos cultivados e tecnologias de produtos agropecuários processados.

Cada professor terá contato com a realidade de duas instituições de regiões diferentes. Até 10 de novembro, as atividades serão realizadas em campi dos institutos federais do Norte de Minas Gerais (IFNMG), Goiano (IF Goiano), Fluminense (IFF), do Sudeste de Minas (IF Sudeste MG), Baiano (IF Baiano), de Alagoas (Ifal), de Santa Catarina (IFSC) e de Roraima (IFRR). Em seguida, eles serão deslocados para os institutos federais do Norte de Minas Gerais (IFNMG), de Brasília (IFB), do Espírito Santo (Ifes), do Rio de Janeiro (IFRJ), do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), de Pernambuco (IFPE), Farroupilha (IFFar) e do Amapá (Ifap).

O encerramento da formação será de 11 a 14 de dezembro, em Brasília, com uma reunião de avaliação que contará também com representantes dos ministérios da Educação (MEC) e das Relações Exteriores (MRE), do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), da Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e da Autoridade Nacional de Educação Profissional (Anep – Moçambique).

Nivelamento – De 11 a 22 de setembro, os professores moçambicanos iniciaram os trabalhos no Brasil com uma intensa agenda de imersão, no campus Machado do IFSULDEMINAS. Nessa etapa, coordenada pelo professor Sérgio Pedini, eles tiveram o primeiro contato com a cultura brasileira, participaram de aulas práticas e de atividades teóricas sobre a realidade do País – sistema educacional brasileiro, economia, sociopolítica, estrutura fundiária, agricultura familiar e programas governamentais.

O reitor do IFSULDEMINAS, Marcelo Bregagnoli, integrante do Comitê Coordenador Nacional do programa, ressalta que os professores moçambicanos são muitos ativos, participativos, têm sede de conhecimento e não medem esforços para adquirir habilidades. Para Bregagnoli, além de colaborar com aquele país para a conquista de avanços, “com esta ação a Rede Federal dá um passo extremamente importante no processo de internacionalização à medida que demonstra seu potencial a importantes instâncias globais”, destaca.

Projeto piloto – Resultado de convênio firmado pelo governo da África e o Conif, o programa é voltado à Reforma da Educação Profissional em Moçambique. Com o apoio da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC) e da ABC, o objetivo é capacitar formadores das instituições agrárias daquele país, a partir de conhecimentos e habilidades em agricultura e mecanização para responder às exigências dos currículos e fazer uso dos equipamentos existentes em suas instituições de origem.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS)

 

Lena Marinho

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966-7202

Please publish modules in offcanvas position.