2º Seminário do ProfEPT conta com servidores de 36 instituições do país

O 2º Seminário de Alinhamento Conceitual do Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica em rede nacional (ProfEPT) contou com a participação, até sexta-feira, 27/10, de cerca de 250 servidores da Rede Federal. O encontro faz parte do projeto de formação continuada da equipe do programa, que, além dos presenciais, conta também com cursos a distância.

“Temos um corpo docente muito diversificado em termo de formação, que é típico do segmento de ensino profissional e tecnológico. Pensando nisso, criamos um projeto que pudesse alinhar conceitualmente os professores. Não que queiramos que todos pensem e hajam da mesma maneira, mas como o programa é único, precisamos minimamente de alguns encaminhamentos em comum”, destaca Rony Freitas, docente do Instituto Federal do Espírito Santos (Ifes) e coordenador-geral do mestrado.

A ocasião é o momento de troca de experiências entre docentes de todo país, já que o evento conta com a presença de 36 instituições da rede federal de educação profissional, científica e tecnológica.

O evento ocorre em paralelo ao VI Seminário de Extensão, Ensino, Pesquisa e Inovação (Se²pin), que acontece em Pinhais desde o dia 23 de outubro. “A essência da educação profissional e tecnológica passa por aquilo que fazemos de melhor: o ensino médio integrado. Presenciar a participação dos jovens em processo de formação humana e acadêmica, para nós, é importante para alinhar com aquilo que acreditamos para o programa de mestrado”, afirma Rony.

A programação iniciou na segunda-feira, 23/10, com a reunião do Comitê Gestor e da Comissão Acadêmica Nacional, enquanto os Coordenadores de Curso se reuniram no dia seguinte.

Evento - A abertura do evento aconteceu na tarde da quarta-feira, 25/10, no VI Se²pin, e contou com a presença do reitor pro tempore do IFPR, Odacir Antonio Zanatta, do pró-reitor de Extensão, Pesquisa e Inovação, Marcelo Estevam, do coordenador regional do ProfEPT, Leandro Pinto, do coordenador-geral do ProfEPT, Rony Freitas, da coordenadora acadêmica nacional, Cristhianny Bento Barreiro, e do coordenador do Fórum de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação do Conif (Forpog), José Pinheiro de Queiroz Neto.

Zanatta ressaltou que o evento é um marco para a instituição e para a rede federal de educação profissional, científica e tecnológica: “precisamos continuar nos organizando para ficarmos cada vez mais fortes e sólidos”.

Em seguida, o QuartIF, grupo de cordas do IFPR, tocou em uma apresentação cultural. A ocasião seguiu com uma mesa-redonda com Dante Henrique Moura, do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), Marise Ramos da Fiocruz e Domingos Leite Lima Filho, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

ProfEPT – A iniciativa conta atualmente com 18 institutos federais que participam desde 2016, além de 17 novos IFs e o Colégio Pedro II, os quais aderiram este ano. No IFPR são 12 professores e 26 mestrandos. Cada IF tem professores e cerca de 24 estudantes, escolhidos por meio de processo de seleção que destinou 50% das vagas para servidores da rede federal e o restante para ampla concorrência.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Instituto Federal do Paraná (IFPR).

Please publish modules in offcanvas position.