28 de abril: Dia da Educação e o papel dos IFs

Você sabia que no dia 28 de abril é comemorado o Dia da Educação? A data foi idealizada em 2000, quando representantes de países do mundo inteiro se reuniram em Dakar, no Senegal, para o Fórum Mundial de Educação. O evento realizado pela UNESCO teve como principal objetivo “educar todos os cidadãos de todas as sociedades”. Durante a Conferência foi estipulada, ainda, a Declaração Mundial de Educação para Todos, iniciativa que visa melhorar os aspectos da educação e reduzir as desigualdades.

Para a Coordenadora da Câmara de Ensino do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e reitora do IF Sertão-PE, Maria Leopoldina Veras, “comemorar o Dia da Educação é de fundamental importância, principalmente para o nosso país”. “Temos que celebrar todos os avanços, mas também precisamos refletir sobre o quanto ainda temos que avançar. A educação é a base de toda nação, é o espelho do país que se tem. Esse dia deve ser comemorado com a convicção de que precisamos tratar do tema como uma política de governo forte e que esteja sempre protegida”, afirmou.

E o papel dos institutos federais no cenário da educação do Brasil? Segundo Leopoldina, os institutos têm um perfil que é enquadrado em um “patamar ímpar”: não são universidades e nem escolas de Ensino Médio. “Para ofertar cursos em níveis e modalidades diferentes que percorrem desde a Educação Básica Profissional à Pós-graduação, o nosso modelo educacional atinge um público muito diverso e em uma escala de abrangência que só ele trás em nosso país”, afirmou.

“Outro ponto que fortalece ainda mais esse perfil é a capilaridade dos IFs: eles formam profissionais que atendem ao mundo do trabalho nos mais diversos arranjos produtivos, econômicos, culturais. Os institutos trazem para si demandas tão específicas que surpreendem e encantam. Nossos educandos saem cidadãos críticos, detentores de habilidades que vão além do ensino, pois são aprimoradas com a pesquisa aplicada, com a extensão, o empreendedorismo e a inovação”, completou a reitora.

Institutos Federais – Com uma proposta de ensino diferenciada no país, os institutos federais foram criados pela Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008, quando o Ministério da Educação (MEC) instituiu a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

Além de oferecer educação profissional gratuita em diversas modalidades e níveis de ensino, os Institutos Federais promovem a pesquisa aplicada e a inovação tecnológica.

Atualmente, são mais de 640 campi espalhados pelo país, com mais de um milhão de estudantes matriculados e cerca de 80 mil servidores, entre professores e técnico-administrativos.

 

Please publish modules in offcanvas position.