Evento sobre ProfEPT reúne representantes do programa de pós-graduação de todo o País

"Formação para e no trabalho" foi o tema da mesa-redonda de abertura do IV Seminário Nacional de Alinhamento do Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) realizado no auditório da Câmara Municipal de Goiânia.

A temática foi apresentada pela diretora de Relações Institucionais do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), Carla Jardim, e pela professora Sandra Soares Della Fonte, da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

Para Sandra Soares, o trabalho consiste numa ação criativa e criadora do ser humano com a natureza e com outros seres humanos, ao passo que sua definição central é ser fundante do ser humano. "Relacionar educação e trabalho significa recuperar a nossa condição de agentes da história. Qualquer teoria educacional contra-hegemônica precisa abraçar a emancipação humana", disse.

Ainda segundo a docente, o local mais apropriado para a prática dessa educação transformadora se trata dos Institutos Federais, pela proposta de trabalhar com educação profissional, mas com perspectiva de formação integral do ser humano.

A diretora do Conif, Carla Jardim, completou as proposições teóricas demonstrando a evolução da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e suas abordagens educacionais para a formação. Para ela, os institutos são uma ruptura histórica na educação brasileira. "O modelo proposto visa quebrar a dicotomia histórica da educação brasileira onde escolas profissionais e universidades dividiam-se entre o fazer e o pensar", afirmou.

As palestrantes também ressaltaram a necessidade de o programa manter-se fiel às bases conceituais de sua criação, demonstrando seu valor científico de produção de conhecimento.

 

Bárbara Bomfim

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966-7204

Please publish modules in offcanvas position.