Dirigentes conhecem pesquisas da área de Alimentos desenvolvidas no IFMS

Reunidos em Campo Grande, a diretoria do Conif e demais conselheiros aproveitaram o intervalo de apresentações e discussões para degustar copos comestíveis para café criados por estudantes do campus Jardim, do Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (IFMS), com apoio da Incubadora Mista e Social TecnoIF. Foram apresentadas a receita tradicional, produzida à base de manteiga e chocolate, e a versão fit feita com farinha de coco, açúcar mascavo, cacau e óleo de coco.

O campus Coxim apresentou cupcakes feitos com frutos do cerrado. Os bolinhos têm, em suas receitas, polpas de pequi e de jenipapo, além de suco de seriguela. As frutas nativas possuem alto teor antioxidante.

Professores e alunos de Coxim também serviram canapés feitos com besouro (Tenebrio molitor), grilo e barata, insetos com alto teor de proteína. O reitor do Instituto Federal do Piauí (IFPI), Paulo Henrique Gomes de Lima, aprovou as iguarias. “É algo inusitado, mas é a natureza que nos oferece possibilidades de variações de pratos. É algo que não se consome no dia a dia, mas que está à disposição. Achei saboroso e provaria novamente”, comentou.

O orientador da pesquisa, Ramon Santos de Minas, falou sobre a importância de os reitores conhecerem o estudo. “É importante desmistificarmos o uso de insetos na alimentação humana, até para que as pessoas saibam como essa matéria-prima é produzida e que essa pode ser uma alternativa para pequenos produtores de todo o País”, explicou.

Conselhos – Durante a 93ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) iniciou-se a articulação entre o Conif e o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), que atualmente é presidido pela secretária de Educação de Mato Grosso do Sul, Maria Cecilia Motta.

A presidente do Consed reuniu-se, na sede do IFMS, com o diretor de Articulação e Expansão da Educação Profissional da Setec do MEC, Wilson Nobre, para as primeiras tratativas sobre a atuação conjunta.

Para o reitor do IFMS, Luiz Simão Staszczak, articular a atuação das redes federal e estadual é de extrema importância para a defesa de pautas da educação profissional e tecnológica.

“Ao articularmos as redes ganhamos força para, por exemplo, apresentar proposições alinhadas na reforma do ensino médio - no que tange ao quinto eixo, que trata do itinerário formativo -, e também nas propostas de mudanças na educação profissional em discussão no Conselho Nacional de Educação (CNE)”, pontuou.

Durante o encontro, a secretária estadual de educação recebeu uma homenagem por ter feito parte da história do IFMS que, no final do ano passado, completou 10 anos de criação.

“Em 2008, quando eu era secretária de Educação de Campo Grande, o então prefeito me pediu que eu apoiasse a instalação do IFMS no município. Portanto, posso dizer que faço parte da história desta instituição que trouxe tantos avanços na educação profissional e tecnológica do nosso estado”, relembrou Maria Cecilia.

 

Com informações da Assessoria de Comunicação do Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (IFMS)

Bárbara Bomfim

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966-7204

Please publish modules in offcanvas position.