Conif contribui para debate sobre formas de oferta do Ensino Médio

Com a participação do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), as formas de oferta do Ensino Médio pautaram reunião técnica no Conselho Nacional de Educação (CNE) nessa quinta-feira, 10/10. Diversas entidades representativas de instituições públicas e privadas discutiram questões como currículo, mudanças no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD) e o uso da tecnologia no ensino.

A agenda foi conduzida pelo presidente da Comissão das Formas de Oferta do Ensino Médio – Novo Ensino Médio da Câmara de Educação Básica (CEB-CNE), Eduardo Deschamps, e contou com a presença de vários conselheiros, entre eles o presidente do CNE, Luiz Roberto Liza Curi. O objetivo foi ouvir os atores envolvidos na discussão e oferta do Ensino Médio no Brasil com o intuito de encontrar soluções para os desafios atuais, identificar pontos que mereçam a construção de normas complementares e apontar eventuais mudanças necessárias no Enem e no PNLD, dois programas que têm papel fundamental na política do Ensino Médio.

No decorrer dos debates inspirados pela Resolução nº 6/2012-CNE/CEB, os representantes do Conif defenderam a oferta do ensino técnico integrado, uma das expertises da Rede Federal. “É uma forma de oferta que contribui para a formação integral do ser humano, para a verticalização do ensino e para dar acesso ao mundo do trabalho, a critério dos interesses do estudante. Outro destaque importante é que a integração curricular contribui para que os nossos estudantes tenham bases mais sólidas para os conhecimentos do núcleo tecnológico, ao mesmo tempo que os conhecimentos do núcleo tecnológico contribuem para a melhor compreensão do núcleo básico”, afirmou o vice-coordenador do Fórum de Dirigentes de Ensino (FDE), Ricardo Cardozo, pró-reitor de Ensino do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG), que destacou ainda a importância da participação do Conif nas discussões.

Também representaram a Rede Federal os pró-reitores de Ensino dos institutos federais de Goiás (IFG), Oneida Irigon; de Mato Grosso (IFMT), Carlos Câmara; e do Rio de Janeiro (IFRJ), Alessandra Paulon, além da diretora de Ensino Fundamental e Médio do Colégio Pedro II (CPII), Maria de Lourdes Jeanrenaud.

 

Lena Marinho

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966-7230

Please publish modules in offcanvas position.