Conif participa da construção de proposta para desenvolvimento do setor algodoeiro em Moçambique

CNF 0095Representantes de instituições brasileiras iniciaram a construção de uma proposta de cooperação técnica para o aperfeiçoamento da cadeia produtiva do algodão em Moçambique. O grupo está reunido na sede do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), em Brasília. O objetivo é compartilhar as expertises brasileiras no setor algodoeiro.

O encontro, que será finalizado hoje, 30/10, é um desdobramento de visita técnica àquele país realizada em setembro, nas cidades de Nampula, Namialo e Maputo. Os trabalhos estão sendo coordenados pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e contam com o apoio do Conif, do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), dos Institutos Federais do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS), de Goiás (IFG) e de Brasília (IFB), além da Universidade Federal de Lavras (UFLA).

A redação final do documento deverá ser apresentada ao governo moçambicano até janeiro para considerações e validação. A expectativa é que as ações sejam implementadas a partir de 2021.

Cooperação Técnica – A relação com a Rede Federal ganhou força em 2017, quando uma parceria entre o Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional de Moçambique, o Conif, a ABC e o Ministério da Educação (MEC) deram início ao Programa de Formação de Formadores Moçambicanos. Desde então, duas turmas de professores do país do sul da África vieram ao Brasil para atualizações nas áreas de Ciências Agrárias e Mecanização Agrícola. Atualmente outros dez docentes participam de formação em Design de Interiores e Movelaria, no IF São Paulo, campus Jacareí.

 

Marcus Fogaça

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966-7230

Please publish modules in offcanvas position.